Choose Your Location:  

Support   

Entre em contato
A planta líder de Litho expande o uso de tubo cpvc para reduzir custos de manutenção e inatividade

Por: Jorge Solorio Data: 18 de Abril de 2019

Imprimir/Salvar como PDF

A planta líder de Litho expande o uso de tubo cpvc para reduzir custos de manutenção e inatividade

Estudo de Caso  |  Sistemas de canalização  |  semicondutor

O desempenho no passado do sistema CPVC Corzan prova reivindicações de durabilidade e de econômia de serviço

 

Em 2005, e novamente em 2006, uma planta de litho com sede em Colorado decidiu modificar suas duas linhas de fabricação de substratos de alumínio para aumentar a capacidade. Devido à sua reputação já bem estabelecida, havia apenas um material de tubulação considerado pela equipe de projeto de engenharia - cloreto de polivinil clorado de Corzan (CPVC).

Isso ocorre porque o material de alto desempenho já provou que proporciona uma vida útil prolongada, uma melhor utilização do processo e custos mais baixos do ciclo de vida útil.

Fazíamos isso desde 1992, quando foi usado pela primeira vez em uma nova linha de manuseio de líquidos no centro de fabricação de filmes médicos de raios-x, papéis fotográficos e placas de impressão litográfica de alumínio.

Quase 15 anos depois daquele schedule 80, a linha CPVC ainda estava totalmente operacional, proporcionando a resistência à corrosão e a força mecânica necessárias para lidar eficazmente com os produtos químicos agressivos que são bombeados sob pressões de até 80 psi a temperaturas até 180 ° F(82°C) sem vazamentos.

Juntamente com a operação de alta pressão e alta temperatura, produtos químicos agressivos utilizados no processo incluiam:

  • Uma solução de corrosão cáustica
  • 30% de ácido nítrico
  • 50% de hidróxido de sódio
  • 94% de ácido sulfúrico
  • 30% dácido clorídrico

Com tais produtos químicos agressivos correndo, a gerência precisava da paz de espírito que não haveria falhas de qualquer tipo. No entanto, não havia necessidade de realizar outro estudo de materiais, porque o fabricante sabia que o sistema Corzan já o ajudava a aumentar o nível de controle de qualidade em seu sistema de manuseio de líquidos, resultando em eficiências maximizadas das plantas, aumento da segurança do trabalhador e um maior nível de proteção ambiental.


Para uma lista detalhada da resistência química do CPVC Corzan, verifique nosso Gráfico de Resistência Química  para uma lista de mais de 400 produtos químicos.

 

Por que a Planta da Litho Escolheu novamente o CPVC

A nova modificação e adição da linha de US $ 3 milhões foi projetada para ajudar a empresa a aumentar sua capacidade total de fluxo. Uma linha mais antiga com bombas maiores precisava de atualização para combinar a capacidade operacional das outras linhas da planta. Com o aprimoramento e a adição, a empresa agora pode fazer os mesmos produtos nesta nova linha que faz em outras partes da planta.

Como muitas plantas de fabricação, esta planta de placas de litho se esforça para a produção contínua. O tempo de inatividade devido a problemas de manutenção é dispendioso. Além de problemas de custo, vazamentos no sistema podem prejudicar a segurança do trabalhador e a conformidade ambiental. Impressionantemente, a linha CPVC Corzan que foi instalada em 1992 ainda estava em vigor e forneceu a segurança, confiabilidade e operação sem problemas que a equipe de gerenciamento estava buscando.

RÁPIDA INSTALAÇÃO E MODIFICAÇÃOMuito importante, do ponto de vista da produtividade, foi que, quando as modificações eram necessárias, foram feitas rapidamente como resultado do processo de instalação rápido e fácil disponível com a tubulação CPVC. Na verdade, uma vez que o sistema é drenado e a mudança é feita, a linha pode estar funcionando no máximo em 24 horas.

VERSATILIDADE E CONSISTÊNCIA: O sistema CPVC provou ser tão eficaz que é o único material de tubulação especificado em toda a planta desde o início da década de 1990. Isso foi parcialmente resultado do desejo do departamento de manutenção de minimizar qualquer confusão ou erro.

A versatilidade do CPVC para suportar produtos químicos corrosivos em situações de alta temperatura e pressão tornou-o um material com vastas aplicações em toda a planta.

ESPECIALISTAS EM CONFIANÇA: Mais específico do que apenas o CPVC, a empresa especifica apenas CPVC Corzan devido à sua confiança em Lubrizol como parceiro que presta assistência em áreas de testes, instalação e suporte técnico.

TESTES RIGOROSOS ALÉM DOS PADRÕES REQUERIDOSA Lubrizol também possui um Programa de Garantia da Qualidade, que exige que os fabricantes de tubos Corzan realizem testes rigorosos em seu produto acabado. Esses testes são mais rigorosos do que os padrões nacionais exigidos para garantir qualidade consistente e desempenho a longo prazo. Além disso, a Lubrizol cria todos os compostos de base para os componentes do CPVC Corzan, proporcionando propriedades uniformes em todo o sistema. Isso permite que os engenheiros criem um sistema em torno de um perfil de propriedade consistente.

 

Critérios para escolha original de tubos CPVC e conexões

Na década de 1990, a planta de litho do Colorado realizou um estudo de materiais abrangente para escolher um material de tubulação preferido para a sua nova planta de fabricação de lâminas. A empresa teve esses dois objetivos e expectativas ao escolher um material de tubulação:

  • Optar por um único material de tubulação em toda a planta para eficiência do projeto e para minimizar os custos de manutenção.
  • Atender aos padrões de alta qualidade da planta e manipular de forma segura os produtos químicos agressivos utilizados no processo de gravura em lâminas a altas temperaturas.

O estudo abrangente sobre materiais analisou uma variedade de materiais, juntamente com os prós e os contras de cada um. 

TUBOS METÁLICOSO tubo metálico não foi considerado devido aos produtos químicos agressivos e à probabilidade de corrosão. Não só o tubo não aguentava, mas havia preocupações de que os produtos químicos corrosivos ao ar quebrassem o isolamento que é necessário em torno do tubo metálico.

PVCAntes da década de 1990, a planta usava tubos de PVC para o seu sistema de manuseio de líquidos. O tubo de PVC utilizado anteriormente resolveu dois problemas apresentados por tubos metálicos - não corroia, e como um termoplástico que não transferia calor, não exigiu isolamento. No entanto, ao longo do tempo, mesmo o tubo de PVC se revelou inadequado para as duras exigências desta aplicação, mesmo a temperaturas mais baixas.

POLIPROPILENO E OUTROSOutros materiais, incluindo polipropileno, foram experimentados, mas foram difíceis e caros de se manter porque exigiam equipamentos caros e soldadores certificados para este tipo de trabalho.

 

CPVC: Fornecendo Confiança

Em 1992, após o estudo abrangente de materiais, foi instalada uma nova linha de manuseio de líquidos, composta exclusivamente por CPVC Corzan. Ele foi instalado em tamanhos de tubos de ferro que variam de 1 polegada (25mm) a 12 polegadas (300mm), incluindo uma grande variedade de tubulações, conexões e válvulas.

Para esta exigente aplicação, o CPVC Corzan provou ser a melhor escolha, a mais efetiva na década de 1990, bem como hoje.

Nós nem sequer consideramos outros materiais para os novos sistemas de processo, pois estamos tão impressionados com o desempenho do CPVC Corzan na linha anterior.

Quase toda a linha original ainda está em vigor e funciona sem problemas. E quando fizemos modificações, o processo de instalação do CPVC provou ser mais rápido e econômico.

Técnicos de Engenharia da Planta da Litho

 

Suporte Técnico Quando você precisa

Desde a escrita das especificações até a instalação, a equipe de especialistas industriais e engenharia da Corzan estão aqui para fornecer os conselhos, informações e treinamento necessários para selecionar e integrar a melhor solução de tubulação para sua aplicação. Solicite uma consulta gratuita


Inscreva-se no Blog