Entre em contato

FABRICAÇÃO PERSONALIZADA Corzan® CPVC

Considerando a grande variedade de necessidades de tubulação na área industrial, o Corzan® CPVC provou ser a escolha ideal para inúmeras aplicações muito desafiadoras há pelo menos 60 anos.  

Algumas das características notáveis dos produtos Corzan® CPVC incluem:

  • Capacidades de operar a alta temperatura;
  • Excelente resistência química a uma ampla gama de ambientes líquidos e de vapor altamente corrosivos;
  • Resistência à corrosão galvânica;
  • Baixa transferência de calor;
  • Boas propriedades de isolamento elétrico;
  • Peso mais leve que facilitam a instalação.

Além de tubos, conexões, válvulas, bombas, conexões para colunas e outros produtos para manuseio de líquidos - que são fabricados a partir de CPVC - produtos como dutos e chapas também estão disponíveis. Peças especiais, tais como tanques e revestimentos de tanques, bem como equipamentos de ventilação e lavagem de vapor, também podem ser fabricados.

 

O princípio da soldagem termoplástica

Para soldar termoplásticos, o material deve ser aquecido para atingir o seu estado de fundição. As peças a serem soldadas devem então ser pressionadas em conjunto com uma certa quantidade de pressão durante uma determinada quantidade de tempo. O calor e a pressão permitirão que as moléculas de superfície das peças se interliguem, fundindo as partes.

Os componentes do sistema industrial Corzan® podem ser fabricados com todas as técnicas de fabricação de termoplásticos mais comuns.

Os componentes do sistema Corzan® são fabricados através de dois processos principais:

 

Soldagem das chapas e tubos Corzan®

É possível soldar a chapa e o tubo juntos. No entanto, é importante lembrar que a chapa e o tubo irão aquecer de formas diferentes quando soldadas a diferentes velocidades. Como resultado, parecerá que a adesão ao tubo não é tão boa quanto a chapa.

Siga estas recomendações para assegurar uma união bem-sucedida:

1. Limpe o solvente da superfície que será soldada antes do aquecimento usando acetona. Isso ajudará a cauterizar a superfície a ser soldada;

2. Pré-aqueça a superfície do tubo a ser soldada, além da soldagem da união a ser realizada;

3. Use uma vareta de soldagem mais espessa (isto é, 4 mm) para que o tempo de aquecimento seja maior.


 

Laminação dupla: tubo reforçado Corzan® com fibra de vidro

Para obter a melhor adesão ao revestir o tubo o Corzan® CPVC com fibra de vidro, primeiro lixe a superfície do tubo. Aplique a resina de união apropriada (esta resina deve ser compatível com o CPVC, bem como adequada para a aplicação final prevista).

Depois de aplicar a resina, aplique a primeira camada de fibra de vidro. Ponha a camada de vidro com outra camada da resina de união e, em seguida, construa as camadas de vidro e resina de acordo com a quantidade apropriada para a aplicação pretendida.

 

Sample Header Goes Here

Como Prolongar a Vida Útil de um Sistema de Tubulação de Alta Temperatura e aplicações de Corrosão

A laminação dupla combina a resistência química superior do CPVC Corzan com a resistência mecânica dos plásticos reforçados com fibras (FRP). Isso se traduz em vida útil mais longa, menores custos de manutenção e maior confiabilidade

Leia mais

Por que o Fabricante de Tanques de Armazenamento Químico Tri-Clor especifica somente o CPVC Corzan

Os fabricantes começaram aadicionar camadas robustas e quimicamente resistentes em tanques de laminação dupla para criar recipientes de maior durabilidade. Isso ajudou diretamente a limitar a quantidade de tempo de inatividade que os fabricantes precisam suportar em relação aos reparos e à substituição do tanque.

Leia Mais

Pronto para Começar?

Entre em contato para um processo de adequação e grátis. Queremos garantir que você obtenha o suporte e a informação local que você precisa para levar seu projeto do plano para a conclusão.

Solicite uma Consulta