Entre em contato
Como prolongar a vida útil de um sistema de tubulação em aplicações corrosivas de alta temperatura

By: Bryan Hutton on June 13th, 2019

Print/Save as PDF

Como prolongar a vida útil de um sistema de tubulação em aplicações corrosivas de alta temperatura

Fabricação  |  processamento químico  |  Sistemas de canalização

O Corzan® é naturalmente resistente. Sua alta temperatura de distorção de calor, resistência ao impacto e classificação da pressão podem suportar às demandas de muitas aplicações industriais.

Ou seja, existem processos químicos que requerem resistência à corrosão, mas têm uma temperatura do líquido que excede a faixa de trabalho da tubulação Corzan®.

Para essas situações, a laminação dupla está sendo mais comumente especificada. As laminações duplas combinam a resistência química superior do Corzan® com a resistência mecânica dos plásticos reforçados com fibras (FRP). Isso se traduz em vida útil mais longa, menores custos de manutenção e maior confiabilidade. 

Como funcionam os tubos de laminação dupla

Na tubulação com laminação dupla, um termoplástico é usado como revestimento, servindo como interface do tubo com um líquido e o meio. Quando o Corzan® é especificado, a resistência inerente do material a muitos dos líquidos agressivos e altamente corrosivos utilizados nos sistemas de processamento químico o torna ideal para essas exigentes aplicações.

A tubulação Corzan® é então reforçado no exterior com um invólucro de plástico reforçado com fibra de vidro (FRP). A fibra de vidro é aplicada com uma resina de ligação e, quando curada, forma um exterior sólido. Isso cria um tubo que é relativamente leve e estruturalmente forte.

A figura abaixo é a flange de um tanque de laminação dupla CPVC fabricado de plásticos. Note que o revestimento interno é uma camada resistente à corrosão feita de Corzan® protegida por um invólucro de FRP.

Screen Shot 2017-07-17

 

Há uma variedade de resinas de ligação e materiais de fibra de vidro disponíveis para laminação dupla, proporcionando flexibilidade quando se trata das qualidades do exterior da tubulação. Isso permite que os fabricantes personalizem a tubulação para satisfazer as demandas de alta temperatura colocadas no sistema composto e manter o revestimento estruturalmente sólido.

 

Propriedades mecânicas do tubo de laminação dupla

Em um sistema de tubulação de laminação dupla, o exterior FRP fornece 100 % da resistência estrutural. Isso significa que as propriedades mecânicas específicas de um tubo Corzan® tornam-se menos preocupantes.

O que há de avançado na laminação dupla?

O impacto mais significativo do reforço de fibra está na faixa de temperatura de trabalho do Corzan®.

Dependendo da pressão do sistema, somente a tubulação Corzan® é classificada em até 93,3 ° C (200 ° F).

Em um sistema laminação dupla, no entanto, a deformação causada pela alta exposição ao calor torna-se menos preocupante. De fato, muitas aplicações estão usando Corzan® em laminação dupla a temperaturas de 20 a 25 ° F (11,1 a 13,9 ° C) maiores do que ele pode manipular normalmente.

As capacidades de transporte de pressão também podem melhorar. A laminação dupla determina a quantidade de pressão que o tubo pode suportar e os materiais de fibra de vidro e resina podem ser projetados para satisfazer esses requisitos.

O que continua igual?

Com o FRP cuidando dos aspectos estruturais, as outras capacidades do Corzan® podem ser aplicadas em ambientes mais extremos:

  • Resistência Química: somente nos tubos de RFP as barreiras de corrosão são selecionadas para produtos químicos específicos e não funcionam bem fora dos requisitos especificados. Infelizmente, a maioria dos fluxos de processamento não são puros e contém substâncias químicas que podem causar estragos no FRP. Com a laminação dupla, o Corzan® fornece uma camada inerentemente inerte a muitos ácidos, bases, sais e hidrocarbonetos alifáticos. Isso permite que a tubulação seja usada quando vários contaminantes de diferentes famílias químicas estão presentes. Veja o Gráfico de Resistência Química Corzan® para a compatibilidade do CPVC com mais de 400 produtos químicos.
  • Superfície lisa: porque o CPVC é resistente a escamação e a incrustação, a superfície interna do tubo permanece lisa durante a vida útil do material. Isso significa que as perdas de carga no fluxo do líquido são minimizadas desde o início e não aumentam significativamente à medida que o sistema envelhece.
  • Bom isolamento térmico: o valor da condutividade térmica do CPVC Corzan é aproximadamente 300 vezes menor do que o aço. Isso permite que você evite um isolamento caro, onde a tubulação pode estar exposta.
  • Resistência ao impacto elevado: o Corzan® pode suportar três vezes a força de impacto do CPVC padrão. Isso significa que o tubo é mais fácil de cortar, resultando em menos fraturas, quebras e, finalmente, uma menor taxa de desperdício.

A laminação dupla também é ótima para tanques, vasos, tubos, depuradoras e outras estruturas onde são necessárias resistência química e resistência estrutural. Por causa das qualidades de termoformação do Corzan®, o vinil pode ser moldado em qualquer forma, permitindo configurações precisas e personalizadas.

 

Escolhendo um fabricante

Vale a pena notar – Que a sua escolha do fabricante se torna muito importante ao especificar um sistema ou estrutura de tubulação de laminação dupla. O revestimento é a parte mais importante de um sistema de laminação dupla, e qualquer falha nele afetará diretamente a vida útil e o custo do sistema. Os melhores fabricantes oferecem a qualificação, conhecimentos dos materiais e equipamentos para garantir que emendas e soldas mantenham a superfície interior lisa e mantenham a integridade do sistema.

 

Tem perguntas?

Se você tiver dúvidas ou quiser o conselho de um dos nossos especialistas em produtos e engenharia, estamos felizes em agendar uma consulta.